Mude sua experiência pra mudar a si mesmo

A maioria das pessoas não consegue atingir o objetivo de se tornar uma pessoa fisicamente ativa porque fixam metas grandiosas, sem levar em consideração as pequenas mudanças necessárias para mudar um padrão de comportamento.

Fazemos uma resolução mental daquilo que não depende só da mente, mas também da abertura do seu corpo para uma transformação, e o corpo não muda de uma hora pra outra - nem de forma, nem de hábito. Focar no resultado faz com que nos tornemos cada vez mais distantes do objetivo, e alheios do momento presente. Eu vejo muito isso, e se vc é da área do movimento, tenho certeza que vc também: uma pessoa insatisfeita consigo mesma, sedentária, acima do peso, decide fazer uma mudança drástica e treinar para uma maratona.
Não que isso seja impossível, mas isso só será atingido com muito estresse e sofrimento... eu já passei por isso. Tenho um alto grau de exigência de performance e estética, e já me frustrei bastante. Quando não conseguia atingir um objetivo, me sentia fracassada e isso minava a minha autoconfiança e a auto-estima (às vezes me alieno e ainda caio na armadilha do ego).

Mas algo que me ajuda a me libertar deste vicio é abandonar o desejo de estar em outro lugar além de aqui e agora, algo do tipo AA -Alcólatras Anônimos: só por hoje, eu vou fazer uma atividade física, sem sofrimento, pelo tempo que for gostoso e divertido, sem pressão por resultados. É assim que estou fazendo agora que resolvi aprender a velejar de kite surf! Desta forma eu tenho a chance de transformar minha percepção com pequenas experiências, e fazer algo que me faça bem. E como consequência, eu posso colher benefícios a médio e longo prazo.

Se for pra dar uma dica: ressignifique o tempo de mover seu corpo, não trate seu treino como remédio, punição, ou mesmo auto-afirmação, aproveite a oportunidade de entrar em contato com vc mesmo de maneira mais celebrativa. Busque transformar a suas experiências ao invés de transformar a si mesmo. Deixe que as experiências se encarreguem disso....Temos a tendência de desvalorizar o poder do simples e cotidiano - como se a felicidade estivesse em algum outro lugar além do momento presente...

Se você acha chato se movimentar, lembre-se que não existe movimento monótono, existe falta de presença. Quando vc habita seu corpo inteiramente vc melhora o seu nível de bem-estar, de aceitação e aí sim, pode esperar por grandes mudanças de comportamento.

Macacastê 🐒

bjs de Gaia

Comments are closed.