Category Archives: Sem categoria

Braquiação e Sistema Fascial

 

Sistema Fascial e Movimento Natural - Fascial Fitness Certification por Hérica Sanfelice

Braquiação (do latim brachium, que significa braço)

é a locomoção realizada apenas pelos braços, muito utilizado pelos primatas, grupo de mamíferos ao qual os seres humanos pertencem.

Alguns primatas, como alguns hominídeos e babuínos, são mais terrestres do que arborícolas, mas todas as espécies do grupo  possuem adaptações para trepar em árvore e escalar rochas  e montanhas. Supender-se e locomover-se pelos braços, é portanto, um movimento natural do ponto de vista biológico e evolutivo.

 

Antes mesmo de caminhar, ainda bebês já podemos nos agarrar as coisas com força, graças ao movimento reflexo de preensão palmar. Este reflexo (que vem de quando, há milhares de anos as crianças tinham que agarrar-se à penugem da mãe) perde-se por volta de quatro meses. Nesta altura a criança continua a agarrar o dedo, mas solta-o de seguida. Com 14 meses, a capacidade de preensão já é muito similar a de uma adulto (Gallahue). As habilidades de escalada retornam antes mesmo da marcha, porque tem um papel importante na sustentação e equilibrio do tronco.

 

A adaptação de padrões comportamentais ao meio faz com que o corpo, inteligentemente, mantenha sua função original, ou então as torna “vestigiais”ou “rudimentares” até que se sejam utilizados e se transformem em novos padrões motores ao longo da evolução da espécie pelo método da seleção e mutação. (Darwin).

 

A prática dos movimentos naturais tem como objetivo resgatar as potencialidades do corpo e evitar doenças de imcompatibilidade genética geradas pela imobilidade  ou pelo excesso de movimentos repetitivos ou muito especializados do mundo moderno.

 

Realizar as habilidades motoras em diferentes eixos, planos e direções, criam redes estruturais de colágeno capazes de transmitir força,  integrar o sistema, nutrir as células e tem papel fundamental na organização do movimento e na estrutura do corpo.  São por essas cadeias miofascias de tensão e integração que a energia mecânica circula e produz movimentos eficientes. O treinamento do tecido conjuntivo permite que o corpo seja mais resistente, elástico, fluido e coordenado. Ou seja, quanto mais resiliente, menos propenso a lesões e disfunções.

 

O treino das fascias é um importante elemento para que o corpo seja utilizado para aquilo que ele foi feito e resgata as funções que adquirimos em milhoes de anos de evolução. A utilização de materiais mais naturais no Treino Gaia, como bambús, pedras, madeira e sementes, tem o objetivo de reavivar a memória ancestral e desta forma, ampliar o sentimento de conexão com a natureza através da forma, textura, temperatura, do toque e da pressão no corpo – estimulando as fascias, integrando o corpo e ampliando possibilidades!

 

 

 

 

 

 

PRINCÍPIOS DO FASCIAL FITNESS  APLICADOS À BRAQUIAÇÃO:

 

 

 

I - LOADIND STRETCHING: passivo, dinâmico, pandicular. (camadas superficial, media e profunda).

 

PASSIVO: Movimento estático. A tração gerada pela gravidade promove uma tensão tensegral – que conecta o corpo e dá a sensação de unidade,  ‘Tensão gera espaço interno’, Laban. O perimísio e tecido fascial intramuscular se alongam no sentido dos músculos.  A permanência na postura promove um efeito analgésico e anti-inflamatório local. Atua nas camadas fasciais mais       superficiais.

Principais trilhos miofasciais envolvidos:

- Linha superiores anterior e posterior e profundas anterior e posterior dos braços (LPAB, LPPB, LSAB, LSPB);

- Linha Superficial Anterior (LSA);

- Linhas Laterais (LL) ;

 

 

DINÂMICO: Movimentos realizados a partir de uma ativação muscular, que estimulam a capacidade elástica dos tecidos fascias mais densos, como tendões, ligamentos, aponeuroses e as fibras intramusculares transversais. Aumenta a coordenação intramuscular e a comunicação entre cadeias sinérgicas.

 

Exercício 1-  Alongamento dinâmico a partir dos movimentos pra cima e pra baixo dos pés (camadas mais superficiais da fascia).

 

Atua nas:

- Linha superiores anterior e posterior e profundas anterior e posterior dos braços (LPAB, LPPB, LSAB, LSPB);

- Linhas Laterais (LL) ;

- Linha Funcional Anterior (LFA);

- Linha Funcional Posterior (LFP)

 

Exercício 2 – Alongamento dinâmico a partir do movimentos laterais (estimula a camadas mais superficial da fascia).

 

Atua nas:

- Linha superiores anterior e posterior e profundas anterior e posterior dos braços (LPAB, LPPB, LSAB, LSPB);

- Linha Superficial Anterior (LSA);

- Linhas Laterais (LL) ;

- Linha Funcional Ipsilateral (LFI).

 

 

Exercício 3 – Alongamentos dinâmicos em rotação. (estimula as camadas superficial e média da fáscia)

 

Atua nas:

- Linha superiores anterior e posterior e profundas anterior e posterior dos braços (LPAB, LPPB, LSAB, LSPB);

- Linha Superficial Anterior (LSA);

- Linhas Laterais (LL) ;

- Linha Funcional Espiral (LFE).

 

 

Exercício 4 – Alongamentos dinâmicos com recolhimento das pernas.

 

Atua nas:

- Linha superiores anterior e posterior e profundas anterior e posterior dos braços (LPAB, LPPB, LSAB, LSPB);

- Linha Funcional Anterior (LFA);

- Linha Funcional Posterior (LFP)

- Linhas Laterais (LL) ;

- Linha Profunda Anterior (LPA);

- Linha profunda posterior (LPP)

 

 

Exercício 5 - PANDICULAÇÃO: Movimentos contínuos, rítmicos e multivetoriais, realizados em pré-tensão, mais neurológico que neuromotor. Permitem a remodelação e conexão de novos percursos da energia mecânica pelos trilhos miofasciais, expandindo a adaptabilidade e capacidade do corpo de produzir movimentos eficientes. Envolve as três camadas miofasciais.

 

 

 

II - RECOIL ELASTICITY– recolhimento elástico dos tecidos para estimulação de produção de colágeno: tonificação e fortalecimento das estruturas a partir de movimentos oscilatórios e pendulares, com carga suficiente para gerar adaptações. O contra-movimento preparatório permite que o corpo mantenha a integridade e a tensão necessárias para produção de movimento. Cria um feito catapulta gerado pela aceleração e desaceleração do movimento, fazendo com que o corpo se movimente da maneira mais eficiente.

 

Pra saber mais, venha participar do nosso Workshop Treino Gaia para profissionais da área do movimento!

 

Referências:

MYERS, T; Trilhos Anatômicos, Meridianos Miosfasciais para terapeutas manuais e do movimento. São Paulo: Edição brasileira, Ed. Manole, 2016.

SCHLEIP et al., Fascial Fitness, suggestions for a fascia-oriented training approach in sports and movement therapies. Original Article: Terra Rosa e-magazine 7/2011. www.terrarosa.com.au

 

Mude sua experiência pra mudar a si mesmo

A maioria das pessoas não consegue atingir o objetivo de se tornar uma pessoa fisicamente ativa porque fixam metas grandiosas, sem levar em consideração as pequenas mudanças necessárias para mudar um padrão de comportamento.

Fazemos uma resolução mental daquilo que não depende só da mente, mas também da abertura do seu corpo para uma transformação, e o corpo não muda de uma hora pra outra - nem de forma, nem de hábito. Focar no resultado faz com que nos tornemos cada vez mais distantes do objetivo, e alheios do momento presente. Eu vejo muito isso, e se vc é da área do movimento, tenho certeza que vc também: uma pessoa insatisfeita consigo mesma, sedentária, acima do peso, decide fazer uma mudança drástica e treinar para uma maratona.
Não que isso seja impossível, mas isso só será atingido com muito estresse e sofrimento... eu já passei por isso. Tenho um alto grau de exigência de performance e estética, e já me frustrei bastante. Quando não conseguia atingir um objetivo, me sentia fracassada e isso minava a minha autoconfiança e a auto-estima (às vezes me alieno e ainda caio na armadilha do ego).

Mas algo que me ajuda a me libertar deste vicio é abandonar o desejo de estar em outro lugar além de aqui e agora, algo do tipo AA -Alcólatras Anônimos: só por hoje, eu vou fazer uma atividade física, sem sofrimento, pelo tempo que for gostoso e divertido, sem pressão por resultados. É assim que estou fazendo agora que resolvi aprender a velejar de kite surf! Desta forma eu tenho a chance de transformar minha percepção com pequenas experiências, e fazer algo que me faça bem. E como consequência, eu posso colher benefícios a médio e longo prazo.

Se for pra dar uma dica: ressignifique o tempo de mover seu corpo, não trate seu treino como remédio, punição, ou mesmo auto-afirmação, aproveite a oportunidade de entrar em contato com vc mesmo de maneira mais celebrativa. Busque transformar a suas experiências ao invés de transformar a si mesmo. Deixe que as experiências se encarreguem disso....Temos a tendência de desvalorizar o poder do simples e cotidiano - como se a felicidade estivesse em algum outro lugar além do momento presente...

Se você acha chato se movimentar, lembre-se que não existe movimento monótono, existe falta de presença. Quando vc habita seu corpo inteiramente vc melhora o seu nível de bem-estar, de aceitação e aí sim, pode esperar por grandes mudanças de comportamento.

Macacastê 🐒

bjs de Gaia

Doença é movimento interrompido

Etimologicamente, emoção, significa “movimento ou impulso”. As emoções são experiências que nos levam a agir. E nascem basicamente da nossa percepção do mundo e da nossa interpretação. Se por algum motivo, este fluxo é tolhido, a energia viral fica estagnada e o organismo adoece.
.
.
Se o fluxo de recepção é interrompido - por exemplo, se há privação os estímulos necessários para se fortalecer, como sol, água, nutrientes, contato com ambientes naturais, relações socias, sono e até mesmo situações de estresses e desafios, ou se há alguma dificuldade na percepção do estímulo, vc pode estar em perigo.
.
.
Se ao reconhecer e perceber o estímulo, você não consegue assimila-lo, este movimento fica entalado, a energia fica estagnada. Racionalmente você pode ignorar, esconder or mesmo amortecer. Mas tudo aquilo que seu corpo não consegue lidar adequadamente, fica preso no seu corpo, e cria bloqueios física e psíquicos. Elaborar conscientemente as emoções ajuda a metabolizar experiências, sentimentos, sensações e pensamentos.
.
.
Por fim, é preciso expressá-los, talvez esse seja o maior desafio, porque vivemos num sociedade que não nos educa a lidar com as emoções. Temos que escondê-las. Vergonha, sentimento de inadequação, orgulho, idealizações de como deveríamos nos comportar, agir e sentir, nos impedem de ecoar o fluxo de movimento no corpo. Não estou dizendo pra sair por aí quebrando tudo, dizendo o que pensa sem filtro, xingando ou batendo nas pessoas pra dar vazão a emoção kkkk mas você pode expressar através do seu corpo: falando, lutando, dançando, fazendo arte, cantando, desenhando ou se movendo com liberdade.

Deixe a vida fluir através do seu corpo
Bjs de Gaia

Fotografia: Fabio Andrade - Style Pictures, durante aula do Treino Gaia

Se for pra correr, que não seja atrás do prejuízo!

 

"O treinamento de alta intensidade é irmão da dieta radical: tem resultados rápidos e prejuízos duradouros". Nuno Cobra Junior

.

 

Modismos a parte, 95% das pessoas que fazem dietas radicais voltam ao peso anterior em menos de um ano ou ainda ganham mais peso. O treinamento de alto intensidade, que vem sendo amplamente divulgado como sendo a melhor maneira de condicionamento físico do momento, também não se aplica a 95% da população - segundo a Organização Mundial da Saúde, apenas 30% da população é fisicamente ativa. E somente, entre 2% e 5% dela pratica 30 minutos de atividade por dia, a frequência considerada ideal.

.

Pessoas sem regularidade  que realizam atividades de alta intensidade, ficam apenas com a parte ruim do exercício físico - o  estresse oxidativo, que envelhece, nos expõem ao risco de doenças e lesões, aumenta os níveis de  inflamação e desequilíbrios no organismo. Exercícios esporádicos e intensos são péssimos! Repouso absoluto também.

.

No Brasil, segundo a OMS, 1 pessoa a cada 2 minutos, morre por conta de doenças associadas diretamente ao sedentarismo. Por que? Porque o nosso corpo evoluiu para o movimento. O Homo Sapiens, que surgiu há aproximadamente 200 mil anos, evolui pra percorrer longas distâncias por dia pra comer e não ser comido rsrs, até o surgimento da agricultura, há 10mil anos atrás. A revolução industrial agravou um pouco mais o quadro de inatividade, mas nos encheu de conforto! Só que esqueceram de combinar conforto com evolução….

.

O corpo continua o da Idade da Pedra, só que mais gordo, mais lento e mais bem vestido.

.

Se você faz atividade física com regularidade, seu corpo é “vacinado” pelo exercício, e só então, se você faz parte desse seleto grupo de 5%, e com a ajuda de um profissional, você pode incluir com moderação e discernimento o treino de alta intensidade, mas não pra correr atrás do prejuízo....

.

Lembre-se que qualquer radicalismo gera compensações. Pequeninos estresses diários levam a adaptações benéficas pra sua saúde e bem-estar. Você nasceu pro movimento ! <3